Brasil, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016
Fundação Maurício Grabois
Classe Operária
  • Classe Operária
NÚMEROS ANTERIORES
Notícias

Em nota, PCdoB saúda a vitória de Nicolás Maduro na Venezuela

Em nota divulgada nesta terça-feira (16), o PCdoB saúda a vitória de Nicolas Maduro, eleito presidente da República Bolivariana da Venezuela no último domingo por mais de 7,5 milhões de venezuelanos. O documento, assinado pelo presidente nacional do Partido, Renato Rabelo, afirma que o resultado das eleições ratifica o programa vitorioso apresentado pelo ex-presidente Hugo Chávez, morto em março deste ano.
O texto ressalta ainda que apoiado principalmente por trabalhadores e pelas massas populares, o programa para o período 2013-2019 mostra que "o presidente Maduro terá o desafio de prosseguir reduzindo as desigualdades sociais e diversificando e industrializando a economia venezuelana".

Leia abaixo a íntegra da nota:
 
PCdoB saúda a vitória de Nicolas Maduro na Venezuela

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) saúda a vitória do companheiro Nicolas Maduro, eleito presidente da República Bolivariana da Venezuela no último domingo (14) por mais de 7,5 milhões de venezuelanos.

A vitória de Maduro e sua ampla coalizão, o Grande Polo Patriótico, proclamada no dia de ontem pelo Conselho Nacional Eleitoral após eleições limpas e democráticas, conforme atestaram observadores internacionais, permitirá à Revolução Bolivariana entrar numa nova fase, renovando seus objetivos e desafios.

Com a vitória das forças revolucionárias, o povo venezuelano ratifica o programa para o período 2013-2019, apresentado e igualmente vitorioso nas passadas eleições de outubro de 2012 pelo saudoso presidente Hugo Chávez.

Apoiado sobretudo pelos trabalhadores e pelas massas populares, o programa novamente aprovado no último domingo (14) define que o presidente Maduro terá o desafio de prosseguir reduzindo as desigualdades sociais e diversificando e industrializando a economia venezuelana.

A vitória do presidente Maduro também fortalece os desafios de aprofundar a integração sul-americana. Consolidará o ingresso da Venezuela no Mercosul como membro pleno e possibilitará continuar desenvolvendo a União das Nações Sul-americanas (Unasul).

Essa vitória também reafirma os laços profundos entre a Venezuela e o Brasil, construídos pelos presidentes Chavez e Lula e no último período pelo agora presidente Maduro e pela presidenta Dilma. A aliança estratégica entre nossos dois países deve se aprofundar, nucleando a união da América do Sul.

A vitória das forças revolucionárias na Venezuela no último domingo mostra que, a despeito da forte ofensiva da direita golpista e pró-imperialista, os 14 anos da experiência conduzida pelo presidente Chavez criaram raízes entre os trabalhadores e o povo venezuelano, permitindo abrir caminho para a continuidade das transformações do país com sentido socialista.

São Paulo, 16 de abril de 2013

Renato Rabelo
Presidente Nacional do PCdoB





Matérias relacionadas

Twitter